O que é um navegador de internet? E quais as melhores opções? Conheça as principais tendências desse importante sistema que usamos todos os dias

Neste artigo, Navegadores de Internet: as melhores opções e tendência, será um guia completo do que são e como funcionam esses programas fundamentais para consumirmos o que a internet oferece.

Vamos explicar uma visão geral sobre os navegadores mais populares e também apresentar outros que estão crescendo e que você nem deve conhecer.

A evolução dos navegadores é algo que marcou a história da internet.

Com certeza, você deve saber muita coisa já, mas, quem sabe, alguns detalhes serão novidades.

Sobre a questão “Qual é o melhor navegador de internet?”, fizemos a avaliação dos principais navegadores mais usados atualmente.

E, caso você esteja com pressa, aqui estão os links para ir direto na seção de “avaliação” que está organizada por sistema operacional:

Uma Visão Geral dos Navegadores de Internet

Em 2011 a imprensa relatou o que até hoje ainda é o maior fenômeno já visto de tomada de liderança de um navegador internet: O Google Chrome ultrapassou o Internet Explorer e se tornou o navegador web mais popular do Brasil.

10 anos depois, olhando as estatísticas de mercado da mesma empresa que embasou a notícia, a StatCounter, o Google Chrome possui 64,47% de participação de mercado global e no Brasil a impressionante fatia de 80,3%.

navegadores-internet-global
Participação de mercado global de navegadores de internet (Abril 2021).

navegadores-internet-brasil
Participação de mercado no Brasil da lista de navegadores de internet (Abril 2021).

Mas afinal:

  • Como explicar tanto sucesso do navegador Google Chrome? E por que ele é o navegador favorito no Brasil?
  • Quais os navegadores de internet mais populares? E o que esses outros navegadores – além do Google – estão fazendo para se destacarem?
  • Que tendências vão marcar o futuro dos navegadores de internet daqui para frente?
  • Que riscos estamos correndo ao usar os navegadores?

A resposta para essas e outras perguntas você saberá mais neste artigo, com uma breve introdução sobre o que é e como funciona um navegador de internet ou site.

O que é qual a importância dos navegadores de Internet?

A internet é parte essencial da sociedade e nós queremos que ela seja sempre moldada para um uso saudável e seguro, com evoluções tecnológicas que tragam benefícios à sociedade.

Os navegadores de internet possuem um papel muito importante, não só em cumprir com a função de ser a janela da internet, mas também em ser um guardião da sua liberdade à informação e principalmente protegendo sua privacidade.

Um navegador internet, navegador web, ou simplesmente navegador, nada mais é que um sistema que permite a seus usuários acessar sites, blogs e qualquer conteúdo online.

Além disso, os navegadores são uma janela para conseguirmos fazer tudo na internet. Nele é possível ler um livro, escutar música, fazer compras, acessar o banco, ler artigos e tantos outros recursos.

O tamanho do poder que podemos atribuir aos navegadores é em parte explicado pelas linguagens de programação e padrões de comunicação que a internet usa. 

Devemos muito às grandes empresas de tecnologia, como Google, Microsoft, Apple, Facebook e muitas outras, que criam soluções sobre os padrões da internet como o HTML5, o padrão mais atual da linguagem da internet.

A popularização da internet no mundo e no Brasil foi inicialmente para conteúdos publicados em sites de notícia e depois em sites de compra, jogos, multimídia.
Mas quando chegou a era do compartilhamento de dados e das redes sociais, com o Orkut no Brasil, navegar na internet tornou- se bem o que conhecemos hoje.

A Guerra dos Navegadores e fatos sobre navegadores de sites

Um pouco de história para entendermos o mercado de navegadores de internet hoje em dia.

Com a popularização da internet, como já falamos, surgem as oportunidades e certamente, pela importância que representa o navegador internet, as principais empresas correram para lançarem e aperfeiçoarem seus navegadores.

Um dos precursores em navegador web foi a Netscape, que antes se chamava Mosaic. Quando a Microsoft lançou o Internet Explorer em 1995, logo após surgiram o navegador Opera e outros navegadores menos conhecidos, alguns inclusive desenvolvidos como parte de pesquisa nas universidades e empresas.

A luta pela participação de mercado começou aí. E agora você se lembra.

A Microsoft conseguiu assumir a liderança ao impulsionar o uso do seu navegador web junto aos sistemas Windows e adeus Netscape.

E sabemos hoje que a Microsoft ganhou apenas a batalha, pois o que parecia ser uma guerra vencida, foi apenas uma batalha vencida.

O “perdedor” Netscape transformou suas patentes em fonte aberta (open source) para a Mozilla, uma organização com a finalidade de manter a internet pública e acessível para todos. 

Desse movimento, surgiu o navegador Firefox, que se tornou a alternativa ao monopólio do sistema navegador da Microsoft. Em certos momentos o Firefox chegou a superar o Internet Explorer em 2019, mas a força da Microsoft colocou de novo o Internet Explorer na liderança.

O Google, que segundo Eric Schmidt não queria começar uma segunda guerra dos navegadores, tinha outras prioridades com sua plataforma de buscas, como o Youtube, que tinha comprado em 2006, e tantas outras iniciativas.

Mas em 2008, aconteceu o lançamento do Google Chrome para o Windows XP.

Fazendo da longa história curta, o Google como dissemos no início, assumiu a liderança em 13 de maio de 2012.

liderança-navegadores-2012
Google Chrome supera Microsoft Internet Explorer (2012). Fonte: zdnet.com.

O Google Chrome é o navegador da web mais popular do mundo.

Porém a grande pergunta é: O Google Chrome é o melhor navegador para você?

Há outros navegadores com passado e reputação que estão brigando para se tornarem alternativas ao navegador do Google, como Opera e o próprio Firefox.

Há também uma tendência nova que você precisa saber:

A Google lançou um projeto de código aberto para navegadores de internet. Trata-se do Chromium e o que isso significa é que vários outros navegadores web estão surgindo powered by Chromium.

Sem dúvida, o Google Chrome é o navegador web recomendado tanto pela equipe editorial deste blog como também pela Alboom, plataforma com inúmeros serviços online como criação de sites, CRM e venda online.

Mas, da mesma forma que o Firefox, Opera, Microsoft Edge, Apple Safari estão se reinventando, por incrível que pareça estão surgindo novas marcas e novas propostas. Mas abaixo iremos apresentar outros navegadores e suas propostas inovadoras.

Os tipos de navegador de internet

O principal sistema navegador de internet é o tipo software de instalação. Basta instalar e começar a usar. 

Como dissemos antes, a primeira versão do Google Chrome foi para o Windows XP. Hoje o Google Chrome pode ser instalado em várias plataformas.

Em um navegador do tipo instalação, o processo costuma ser muito simples: 

Você instala o sistema operacional da Microsoft, que já virá acompanhado do navegador Microsoft Edge. E, se seu computador for Apple, já virá com o Safari.

Agora, a grande inovação recente está nos dispositivos móveis.

O Google Chrome pode ser instalado em celulares e dispositivos móveis Android e também no IOS da Apple.

Mas não existem somente navegadores de instalação.

Com o desenvolvimento de motores de navegação (Web browser engines) qualquer sistema pode se transformar em um navegador web, dando liberdade aos desenvolvedores para fazerem qualquer tipo de acesso online na internet.

Mais do que permitir o carregamento de páginas, os motores de navegação web oferecem uma API (Interface de programação) ou componentes com funcionalidades de lidar com multimídia, carregar documentos, arquivos e linguagens de programação como Java e Javascript.

liderança-navegadores-2021
Fonte: Wikipedia.org.

Navegadores de Internet – Os Principais Programas

Veja a seguir um resumo dos principais navegadores que você vai encontrar, a começar pelo Google Chrome:

1. Google Chrome

O Google Chrome é simplesmente o navegador feito pelo Google e o mais usado no planeta.

melhores-navegadores

Mais que líder, o Google Chrome conquistou usuários de todas as tribos, de navegadores comuns a avançados, de desenvolvedores a fotógrafos e designers.

Seu forte é o conceito open browser, ou seja, seu sistema é aberto (até certo ponto) para que justamente os desenvolvedores possam se amparar para implementar suas soluções, sites, portais, sistemas online ou incluir extensões e complementos para levar novas funções para o navegador web.

A estratégia do Google, com sua visão “dominadora”,e leia isso como elogio (risos), se fortaleceu com o Google Chrome e o Android.

O navegador de site é uma janela para o mundo inteiro, e seja do computador ou do celular, a Google conseguiu com o Google Chrome.

As questões de segurança, rapidez e principalmente compatibilidade são marcas fortíssimas do Google Chrome. 

Hoje em dia, o Google Chrome não é o navegador que mais inova. Para isso vocês vão ver outros navegadores que não estão nada tímidos, buscando usuários principalmente pelo lançamento de novas funcionalidades que o Google Chrome não possui.

2. Firefox (Mozilla Firefox)

Um navegador que foi muito usado e exaltado por desenvolvedores web, que com este navegador, conseguiam testar e evoluir seus sistemas.

Navegador-de-internet

Ainda é possível encontrar muitas funcionalidades importantes e inovadores no Firefox, e a experiência de navegação é rápida, segura e cheia de recursos.

Nada contra o Firefox, ao contrário, nenhum navegador conseguiu segurar o crescimento do Google Chrome.

O Firefox já foi considerado o mais moderno navegador internet e seu uso era altamente disseminado.

3. Microsoft EDGE (Antigo Internet Explorer)

Ame ou odeie, não podemos negar que a Microsoft se esforça para evoluir seu navegador de site já há quase 30 anos.

navegador-explorer

A versão EDGE, segundo anúncio, foi um navegador reconstruído do zero para garantir compatibilidade e performance com todos os sistemas da empresa.

Considerando a enorme quantidade de empresas que usam Microsoft, o EDGE é a solução número 1 recomendada por muitas empresas que querem manter seus ambientes mais seguros e gerenciáveis.

Portanto, independente da sua experiência com as versões anteriores dos navegadores de site da Microsoft, se você usar Windows vale a pena atualizar o EDGE para a última versão e testar novamente.

Uma grande novidade para os usuários de MAC: O Microsoft Edge está disponível para computadores Apple (MacOs).

Como será a adoção do Edge em plataformas MAC?

Essa será uma grande oportunidade para a Microsoft se ela conseguir muitos usuários do seu navegador internet. E isso não será desafio pequeno, muito pelo contrário, os usuários Apple são fãs do Safari e do Chrome.

Vamos esperar para ver!

4. Safari

O Safari é o navegador da Apple e, portanto, um dos navegadores mais usados da plataforma. Há muitos usuários de Mac que usam ele porque é o padrão. Mas adivinhe, o Safari faz o básico muito bem feito, é rápido e possui uma interface minimalista que os usuários Apple adoram.

navegador-mais-leve

Porém, em termos de compatibilidade com certos sites, sistemas online e principalmente sites do governo, um bom desempenho não é 100% garantido.

O Safari, presente nos computadores e também nos tablets e celulares Apple, pode salvar senhas e isso se torna distribuído, com segurança, para todos os seus dispositivos.

A Apple é muito boa nisso, cada produto apresenta uma experiência integrada e única, e o navegador Safari é um desses – usar ele em computadores Apple traz conveniência e uma excelente experiência tanto do desktop como do celular e ipad.

5. Opera

O navegador Opera também possui um grupo grande de fãs no passado. Chegou a ter 350 milhões de usuários em 2014, mas, como explicamos anteriormente, na guerra dos navegadores algumas marcas ficaram para trás e o navegador internet Opera foi um deles.

navegador-web

Mas adivinhe, créditos enormes ao Opera por ter resistido a hegemonia do Google Chrome, Edge e Safari e ainda estar inovando tanto. 

O Opera, atualmente, está disponível para Mac, Windows e no futuro estará para Linux, o que demonstra que quer conquistar novos adeptos das suas inovações.

A estratégia do Opera é bem interessante: conquistar clientes avançados, como gamers, que querem muito mais funcionalidades em um só lugar, o navegador.

O Opera possui funcionalidades de rede social, destacando Instagram e Twitter que são mostrados na barra lateral, recursos de VPN, e várias outras ferramentas de produtividade, como o messengers e etc.

O lema do Opera é “Você merece um melhor navegador”.

E de fato, após ver suas diferenciais como navegador de site, dá vontade de instalar e usar.

6. Samsung Internet Browser

Samsung Internet é um navegador para smartphones e tablets desenvolvido pela Samsung Electronics. É baseado no projeto de código aberto Chromium. Ele vem pré-instalado em dispositivos Samsung Galaxy.

web-browser

A Samsung vem conquistando mais participação no mercado de celulares. Em janeiro de 2021 a Samsung liderou em vendas no Brasil com um incrível resultado de 45,29%.

Falamos anteriormente que o Google, com sua visão de liderar em tudo relacionado com internet, tem o  projeto Chromium que é um sucesso, e a Samsung confirma isso ao ter construído um navegador de sites seguro, escalável e powered by Google.

Se o Samsung Internet Browser, ou simplesmente Samsung navegador  foi construído com base no Google Chrome para Android, o que ele tem de especial?

Comparado com o Chrome, o Samsung Internet browser tem um barra de ferramentas mais fácil de usar, com funcionalidade de anonimato e proteção contra propaganda e outros.

O navegador Samsung Internet Browsers pode não ser o navegador com todas as funcionalidades que os navegadores citados anteriormente possuem, mas faz o básico muito bem, com excelente desempenho e ótima experiência de usuário para celular.

Como escolher o navegador da web certo para mim?

Há um conjunto de características que, certamente, serão particulares, e ninguém melhor que você para testar os principais usando exemplos de uso reais e cumprindo suas atividades normais de trabalho ou pessoal.

E, para ajudar neste processo, há características mais gerais, por assim dizer, sobre os navegadores. 

Veja aqui exemplos dessas características para apoiar sua avaliação:

Design

A disposição dos elementos na tela, o menu, o visual geral do navegador da web é o que chamamos de design. Às vezes, gostamos mais de uns programas do que de outros devido ao design. 

Para um navegador ter um bom design, use as funcionalidades de personalização da preferência, zoom, salvar páginas etc. Normalmente, a experiência vai ser muito boa com os principais, porém no quesito gosto, você vai sem dúvida eleger seu preferido.

Velocidade de navegação

Agora entramos numa área menos subjetiva. Com softwares como SpeedTest.net você pode em cada navegador testar a velocidade de carregamento.

Um dos diferenciais do Firefox, que você encontra na sua página, é que ele possui uma velocidade de carregamento muito superior à dos outros. Um navegador mais rápido, sem deixar de ser um navegador mais leve.

Mas, na prática, é preciso testar, seja fazendo testes com medição real, usando sistemas como o SpeedTest.net ou mesmo com a sua própria percepção.

Configurações de segurança e privacidade

Busque rapidamente verificar que tipo de configurações de segurança e privacidade cada navegador suporta.

O básico é escolher um navegador que consiga pop-ups, propagandas, impedir cookies não desejáveis, limpar cache e histórico de navegação.

Mas há algumas funcionalidades de segurança e privacidade que são um plus bem interessante. Veja alguns deles:

  • navegação anônima, também conhecida como navegação privada;
  • gestão segura de senhas;
  • Proteção contra ataques de hackers (Firewall);
  • Proteção contra mineração de criptomoeda;
  • antivírus embutido contra fraudes, ataques e malware.

No quesito segurança e privacidade, um fator importante é usar um sistema que muitos usam, porque se há um problema novo, a chance de existir uma atualização rápida será maior.

Complementos e extensões

Por último, um recurso que pode ser um pouco avançado, mas adivinha, cedo ou tarde precisaremos fazer algo extraordinário usando o navegador internet e o caminho para tornar isso possível poderá ser uma extensão.

Algumas extensões populares são para realizar capturas de tela, tradutores, acessar e-mail e outras informações.

Navegadores de Site – Avaliação

Como metodologia de avaliação, vamos analisar os navegadores de internet separadamente por sistema operacional e depois dar um veredito geral.

Dependendo do seu sistema operacional, pode ficar mais fácil escolher o navegador de site ideal para você.

Por exemplo, o Samsung Internet Browser só é compatível com dispositivos Samsung que rodam Android 5.0 ou superior.

Se você usar Windows, não tenha dúvida que o Edge é uma excelente opção. E se você usar Mac, o mesmo para o Safari.

Portanto, para te ajudar a escolher os melhores navegadores para você, veja a seguir uma avaliação por sistema operacional dos principais programas.

Navegando no Windows

Navegador de InternetRecomendação (1/10)
Google Chrome9/10
Firefox7/10
Safari7/10
Edge8/10
Opera7/10
Navegador GanhadorGoogle Chrome

Navegando no Mac

Navegador de InternetRecomendação (1/10)
Google Chrome9/10
Firefox7/10
Safari9/10
Edge5/10
Opera8/10
Navegador GanhadorGoogle Chrome e Safari (empate)

Navegando no Iphone

Navegador de Internet Recomendação (1/10)
Google Chrome8/10
FirefoxNavegador de Inter7/10
Safari10/10
Edge8/10
Opera8/10
Navegador GanhadorSafari

Navegando no Android

Navegador de InternetRecomendação (1/10)
Google Chrome9/10
Firefox7/10
SafariNão Disponível
Edge8/10
Opera8/10
Navegador GanhadorGoogle Chrome

Qual o melhor navegador de internet ? – Veredito

A liderança do Google Chrome não é tão ampla por uma ou duas razões: O Google Chrome consegue ser a solução mais segura em todas as plataformas e com enorme sucesso nos celulares também.

Mesmo sendo usuários dos outros navegadores de internet, é sempre bom ter o Google Chrome por perto, pois o Chrome é também o navegador internet preferido das plataformas de soluções online.

Navegadores de Internet – Tendências

Com a questão da privacidade, a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e outros movimentos, como o da Apple de restringir compartilhamento de dados, não há dúvidas que a questão de proteção de dados deverá ser uma tendência importante para os navegadores de sites.

Mas há outras tendências interessantes que vão aumentar ainda mais as funções e interoperabilidade dos navegadores. 

Vamos as elas:

Navegador com Realidade Aumentada e Realidade Virtual

Vamos entrar agora no conceito de navegação de site imersiva. Com a tecnologia de realidade aumentada e virtual avançando, os navegadores de site querem mudar a experiência de navegação adicionando a capacidade de reproduzir conteúdos 3D e vídeos imersivos.

A Plataforma Google Chrome possui uma API para desenvolvedores criarem experiências. Algumas funcionalidades de VR e AR só serão possíveis com a integração com dispositivos de visualização 3D como Oculus Rift e outros.

Para experimentar um pouquinho do que estamos falando, acesse este link aqui:

https://blog.google/products/chrome/experience-virtual-reality-web-chrome/

Segurança e Proteção à Privacidade mais sofisticadas

Controle e bloqueio de cookies. E até mesmo bloqueio e segurança para que seu computador não seja hackeado ou se torne um minerador de bitcoin.

Muitas coisas ruins podem acontecer ao seu computador quando navegar pela internet. O navegador que conseguir se provar seguro contra os vírus e invasores terá um diferencial importante a considerar.

O navegador Opera lançou a proteção contra mineração de dados, ou seja, aquele tipo de ataque que deixa seu computador mais lento porque há um software funcionando com toda performance para outra finalidade, no caso a mineração de bitcoin

Bloqueio de Anúncios cada vez melhores

Bloquear anúncios não é tão simples quanto filtrar sites indesejados ou limpar cache.

O mercado de propaganda online usa de muitos recursos e de inúmeras maneiras visuais. Ser capaz de bloquear anúncios de maneira eficiente é a grande tendência para os navegadores.

Alguns navegadores só permitem bloquear anúncios com a instalação de plugins ou extensões de terceiros. Mas logo isso deverá ser feito pelo próprio navegador web.

AdBlocker é um desses plugins de navegadores que remove as propagandas, e funciona para Google Chrome, Safari, Firefox, Opera e Edge – ou seja para todos que analisamos neste artigo.

Alternativas aos navegadores principais

No mercado de sistemas nada é igual para sempre. E, da mesma forma que o Google Chrome desbancou o enorme sucesso do Internet Explorer da Microsoft, novos navegadores podem um dia assumir o protagonismo no futuro.

Aqui uma lista de navegadores que estão buscando seu espaço:

Avast

Lançado em 2016, o navegador de internet da Avast vinha junto com o antivírus Avast. Como era de se esperar, a principal proposta desse navegador é a segurança.

navegador-mais-seguro

Yandex

A gigante russa Yandex, conhecida por ser o Google da Rússia, desenvolveu um navegador gratuito. O navegador Yandex oferece ótima personalização, mas seu verdadeiro potencial vem nas situações de você utilizar outros serviços da Yandex como site de busca, e-mail e vários outros como streaming de música, multimídia e serviços de geolocalização.

melhor-navegador-para-pc

O Yandex é o segundo navegador mais utilizado na Rússia, depois do Google Chrome – claro!

Vivaldi

O Navegador internet Vivaldi também é um navegador novo, lançado em 2015.

Seu foco é ser rápido e seguro. Mas ele lançou também funcionalidades especiais como organização de janelas (sites) na tela.

navegador

E faltou dizer que ele já vem com bloqueador de propaganda nativo – você não precisa instalar nenhum plugin ou extensão para ter esta proteção.

Brave

Falamos anteriormente que o Google Chrome é uma plataforma aberta, e isso ficou mais claro com o lançamento do Chromium. E assim nasceu o Brave, um navegador internet que usa o Chromium do Google.

navegador-da-web

A Brave clama que é 3x mais rápido que o Google Chrome, e possui melhor funcionalidades de proteção à privacidade – sem falar que também diz que economiza bateria.

Como um navegador funciona por dentro

Como você pode ver, os navegadores de internet fazem parte do nosso dia a dia. 

E o que ele faz, na prática, não precisamos entender. Somos usuários da sua interface e cabe ao navegador que usamos, tornar a nossa vida mais fácil e simples.

Porém, para algumas pessoas é importante entender os componentes que fazem a mágica ocorrer e entender. Seria o mesmo que entender como um carro funciona, as principais peças e engrenagens que fazem o carro funcionar.

Analisando alguns sites técnicos de desenvolvimento web, seguem as principais partes de um navegador de internet:

  • Interface do usuário: parte do programa que é responsável pela exibição e configuração do navegador web.
  • Motor de Navegação: a parte que interpreta a linguagem da internet, a HTML e as prepara para ser processada e depois mostrada para o usuário.
  • Motor de Renderização: nesta parte ocorre o processamento, layout e exibição de todo conteúdo online. 
  • Rede de dados: os navegadores de internet precisam ser capazes de se conectar a computadores remotos para acessar e reunir os conteúdos. 
  • Interpretador de JavaScript: Entre as linguagens de programação populares nos sites estão a JavaScript. Ela é tão completa e tão usada que os navegadores de internet precisam interpretá-la da mesma forma que interpretam HTML.
  • Dados e armazenamento: O navegador de sites também armazena informações, como bookmarks, senhas criptografadas e tantos outros dados.
  • Outros: Podem existir centenas e até mesmo milhares de outros componentes em um navegador de internet. CSS, multimédia e tantas outras tecnologias também podem ser partes computacionais dos programas navegadores de internet, vide exemplo dos plugins, extensões e os novos recursos de AR/VR que alguns navegadores estão adicionando.

Aprendendo um pouco mais sobre Navegadores de Internet

Vamos agora cobrir algumas perguntas gerais acerca dos navegadores. 

Existe navegação segura?

E o que os navegadores de internet estão fazendo para proteger os seus dados?

As informações que os navegadores coletam dos usuários já acenderam todos os alertas de segurança de entidades e governos que estão se esforçando para que os usuários consigam usar a internet de forma mais segura e com mais privacidade.

navegador-configuração-segurança

Portanto, alguns navegadores menos populares que prezam pela privacidade e segurança poderão no futuro se destacarem no mercado, como já estão se destacando.

E os líderes estão se movendo – quase todas as novas atualizações do Chrome, Safari e Edge, apontam melhorias de segurança como suas principais novidades.

Como o mercado está demandando mais proteção, é possível pensar que se hoje não estamos seguros, há luz no final do túnel.

Mas é bom não relaxar e confiar 100% que os navegadores de internet darão a solução completa para a sua proteção e segurança.

Evite acessar sites não confiáveis e use as melhores práticas quando estiver fornecendo informações ou fazendo pagamentos online.

Lembre-se também: Evite usar sites que não sejam seguros, com HTTPS e denuncie sites com conteúdos ou ações danosas.

O que podemos aprender com a Guerra dos Navegadores? Vai existir outra?

Citando o orador Grego Demóstenes, “Pequenas oportunidades são muitas vezes o começo de grandes empreendimentos”.

Foi assim que o Google começou, pequeno, cheio de bugs e dizendo a lenda, menosprezado pela Microsoft, onde o Internet Explorer era o líder absoluto na época, fazendo o Netscape desaparecer.

A concorrência é positiva no mercado. E vejam que este artigo dedica um bom espaço para apresentar novas opções de navegadores de internet que estão na luta.

Não basta apenas criar soluções, mas também analisar o que o seu principal concorrente e também outros, está fazendo. E isso serve para todos os empreendimentos, não apenas os tecnológicos.

A guerra dos navegadores de internet por um lado teve um vencedor, o Google Chrome. Mas ele entregou para nós, consumidores, um novo padrão de navegação na internet, muito mais segura, fácil e com interfaces otimizadas para computadores e celulares.

O Google pode sim ser o grande líder, e é admirado pela sua visão e estratégia sobre a internet e o mundo online. 

O chromium é uma estratégia extraordinária no conceito de apoiar outras empresas a criarem seus próprios navegadores.

Mas sempre existirão oportunidades e há empresas, como a Ópera, que acredita que o mundo precisa de um navegador melhor que o Google. 

Por este, lado, talvez a batalha foi vencida mas a guerra ainda esteja em curso, silenciosa mas viva.

O Navegador Google Chrome é comedor de memória?

Ao olhar as comparações feitas entre os navegadores de internet, um dos parâmetros mais avaliados é o consumo de memória.

Há vários relatos que o Google Chrome, como ponto negativo, suga muita memória.

E quem é usuário do Safari pode perceber isso mais facilmente que um usuário do Microsoft Edge, que também leva a fama de consumidor de memória.

Em computadores MAC, a própria Apple justifica que o Safari é muito mais rápido e leve comparado com o Google Chrome.

Então, a fama do Google de ser um comedor de memória, é verdade?

Tudo indica que sim. Aqui estão 3 análises do Google chrome que apontam como ponto negativo o uso de mais memória que os concorrentes:

Que navegadores as Plataformas de Soluções online – como a Alboom – recomendam?

A Alboom, assim como a Adobe Creative Cloud, Microsoft 365 e Google Suíte, são plataformas onde você acessa diversos programas online, e alguns deles têm forte uso de dados e recursos visuais.

Mas antes de responder, vamos analisar mais a fundo até que ponto do navegador  Internet estas plataformas demandam.

Olhando a Alboom, que possui soluções de criar site e landing pages, o uso de recursos visuais é intenso, o que inclui a preparação e upload de imagens de destaque, portfolio, galeria com muitas fotos e diversas personalizações e efeitos visuais. Isso para criar o site e também para a exibição do conteúdo online.

O navegador de internet é o único programa requisito que essas plataformas podem.

Com essas exigências, digamos, bem acima de um simples site, o Google Chrome leva muitas vantagens.

produto-designbox
Alboom Designbox usado no Navegador Google Chrome

Tanto a Alboom, como a Adobe e a Microsoft funcionam com todos os navegadores e internet. 
Mas no caso da Alboom, por ter uso intenso de upload de arquivos e processamento de fotos e imagens, o Google Chrome é a opção recomendada.

Conclusão

Com exceção de locais de extrema pobreza ou de grupos que ainda vivem em isolamento da sociedade, acreditamos que seja muito difícil dizer que uma pessoa nunca tenha usado um navegador de internet.

E dentre todos os programas que existem, talvez o navegador de internet seja o de uso mais diverso e digamos diárias na vida das pessoas.

Além do grande leque de usabilidade, os navegadores de internet estão hoje presentes na palma da mão nos smartphones, para ler notícias ou usar programas de qualquer lugar.

Portanto, este artigo ajudou a esclarecer e desmistificar alguns pontos importantes sobre os navegadores, e ele foi a fundo em apresentar e comparar os principais navegadores que existem no mercado.

Gostou deste artigo? Deixe abaixo um comentário. E diga qual navegador web você mais usa ou gosta – queremos saber!

Artigos que você também vai gostar:

Sites de Buscas: Quem são eles e como funcionam?

Quanto Vale meu Site?

Descrição de SEO: Aprenda a Criar Descrições EXCELENTES e OTIMIZADAS

Complemento: Perguntas e Respostas sobre Navegadores de Internet e Proteção de Dados

Baseado no site Security.Org, segue as perguntas frequentes sobre proteção de dados e os principais navegadores de internet mencionados no artigo.

Chrome

Quais informações o Google Chrome coleta?

  • Histórico de navegação;
  • Informações pessoais;
  • Senhas;
  • Lista de permissões que o usuário concedeu a sites, cookies ou dados de outros sites visitados;
  • Dados salvos por complementos;
  • Registro de arquivos baixados de sites e muito mais. 
navegador-configuração-privacidade

Por que o Google Chrome coleta suas informações?

O Google Chrome coleta dados do usuário para operadores de sites, pré-renderização, atualizações, recursos de pesquisa, serviço de previsão de pesquisa, assistência de navegação, preenchimento automático / gerenciamento de senha, pagamentos, idioma, aplicativos da web em dispositivos Android, estatísticas de uso e relatórios de falhas, licenças de mídia e outros serviços do Google.

Firefox

Quais informações o Firefox coleta?

  • Dados técnicos: Inclui sistema operacional, memória disponível, travamentos e erros, resultado de processos automatizados como atualizações, navegação segura, ativação, números de versão e muito mais. 
  • Dados de interação: o Firefox guarda tudo, desde quantas guias o usuário usa mais seus add-ons ou janelas abertas; usos de recursos específicos do Firefox; duração da sessão, rola e clica para o status de preferências discretas do usuário.
  • Atividade na Web e dados altamente confidenciais: o Firefox coleta o histórico de navegação específico dos usuários; informações gerais sobre seu histórico de navegação na web (como categorias de páginas da web visitadas ao longo do tempo) e, potencialmente, certos tipos de dados de interação sobre páginas da web específicas visitadas. 

Por que o Firefox coleta suas informações?

O Firefox diz que precisa desses dados para melhorar o desempenho e estabilidade do serviço, para sugerir conteúdo relevante, para melhorar a segurança, para criar recursos de travamento, para medir e apoiar o marketing e muito mais.

Opera

Quais informações o Opera coleta?  

Opera coleta nomes de usuário, e-mails e contas de mídia social dos usuários se eles os utilizaram para fazer login.

Eles também coletam dados do navegador, incluindo favoritos e entradas de discagem rápida.

Se o usuário participar de uma campanha promocional, o Opera deve registrar seu nome, idade, endereço físico e número de telefone.

Finalmente, a empresa mantém estatísticas de uso anônimas, como IDs de dispositivos, especificações de hardware, sistema operacional, configuração de ambiente, dados de uso de recursos, informações sobre os artigos que o usuário lê, localização geral, relatórios de falhas, cookies e assim por diante.

Por que o Opera coleta suas informações? 

O Opera usa esses dados para manter as contas dos usuários, melhorar seus serviços, fornecer notícias relevantes, anúncios pessoais e muito mais.

Safari

Quais informações o Safari coleta?

  • Informações pessoais: podem incluir seu nome, endereço, número de telefone, e-mail, preferências de contato, identificadores de dispositivo, endereço IP, informações de localização, informações de pagamento e ID do governo, para usuários configurando contas sem fio ou ativando dispositivos.
  • Informações não pessoais: o Safari registra sua ocupação, idioma, código postal, identificador de dispositivo, URL de referência, localização e fuso horário quando você usar produtos Apple, atividade no iCloud, iTunes e App Store, consultas de pesquisa, embora não ser associado ao seu endereço IP específico e como você usa dispositivos e aplicativos. 
  • Cookies e outras tecnologias: Isso inclui tags de pixel e web beacons. 
produto-proof
Alboom Proof usado no Navegador Safari

Por que o Safari coleta suas informações?

Apple coleta esses dados para manter seus usuários atualizados sobre as notícias da Apple, ajudar a criar e melhorar produtos, serviços, conteúdo e publicidade, prevenir perdas e fraudes, melhorar a segurança da conta e da rede, autorizar usuários, auditar e analisar dados e, se você se inscrever para trabalhar na Apple, avaliá-lo. 

Como evitar a coleta de dados

Embora você não possa se livrar de toda a coleta de dados, existem ações que você pode realizar para diminuí-la, começando pelo próprio navegador. 

Naturalmente, os navegadores registram a maioria de seu tráfego da web e consultas de pesquisa, mas a maioria deles permite que você exclua os dados e cookies assim que você fecha o navegador ou no final do dia para o Safari. 

Cookies, aliás, são bits de informação que os sites enviam para o seu computador, armazenados no navegador da web, que rastreiam todas as atividades da web de um site para outro. 

  • Chrome: Vá em “configurações”, “configurações de conteúdo”, “cookies e outros dados do site” e marque “bloquear todos os cookies”. Além disso, ative a opção “limpar cookies e dados do site ao sair do Chrome”.
  • Firefox: Clique em “menu”, “preferências” e depois em “cookies e dados do site”. Marque a opção “excluir cookies e dados do site quando o Firefox for fechado”.
  • Microsoft Edge: Clique em “configurações”, “privacidade e serviços” e depois em “limpar dados de navegação ao fechar”. Em seguida, marque tudo o que deseja excluir ao fechar o navegador.
  • Opera: Clique em “configurações”, “privacidade e segurança” e depois em “cookies e dados do site”. Ative o botão ao lado de “limpar cookies e dados do site ao sair do Opera”.
  • Safari: Clique em “Safari”, “preferências”, “geral” e, em seguida, “remover itens de histórico após” e escolha um dia. Em seguida, vá para “privacidade” e marque “bloquear todos os cookies”
1 CommentClose Comments