O que são Landing Pages? Aprenda tudo sobre essa incrível ferramenta

O que é uma Landing Page? Neste artigo vamos explicar tudo sobre landing pages: o que são, como funcionam e dicas de como criar uma de maneira simples e prática.

Se o assunto landing page te atraiu, a chance de você estar interessado em vender mais e aproveitando todas as oportunidades que a internet pode dar são gigantescas.

Sendo assim, o que são landing pages e como elas funcionam (ou deveriam funcionar) para impulsionar o seu negócio, é um excelente resumo do que vamos mostrar aqui.

Outra razão para você aproveitar esse artigo, é que não daremos uma só definição do que é landing page, mas várias. Tudo de forma descomplicada e simples.

Afinal, se você perguntar o que são landing pages para diferentes pessoas, você pode ter respostas diferentes. Não é mesmo? 

Ainda assim,  vamos explicar porque as pessoas pensam diferente sobre landing page e como elas funcionam para cada tipo de necessidade.

Dessa forma, você vai enxergar várias oportunidades para usar landing pages. E vamos te ajudar a criar uma de maneira extremamente direta, em vídeo e tudo explicado e mostrado para você perceber que ela não é um bicho de sete cabeças.

Introdução ao conceito de Landing Page

A internet já ajudou milhões de pessoas e negócios a alcançarem seus sonhos e objetivos.

E falando em vendas pela internet, pasmem, com essa estatística que vamos compartilhar:

Em 2015, e-commerce representou 7.4 % das vendas. Em 2021 esse indicador saltou para 18% em 2020, e se projeta chegar a 21% em 2024.

Parece pouco, mas isso representa 3,5 trilhões de dólares.

Já sei, você ficaria contente com apenas uma micro fração desse valor, não é?

Mas em essência, o e-commerce é qualquer venda online de um produto ou serviço, e vocês vão ver que essa tecnologia está disponível para qualquer pessoa, mesmo sem conhecimento de tecnologia ou programação.

Parece loucura dizer que qualquer pessoa possa montar sua própria Loja Online, mas é isso que vocês vão aprender aqui.

Graças aos criadores de landing page, vender pela internet é possível e relativamente fácil, entre outras coisas mais que você vai aprender que essa ferramenta é capaz de fazer.

Uma landing page que vende precisa de recursos de pagamento online.

Mas isso também será explicado em capítulo à parte, com alguns exemplos práticos para você ver uma landing page de vendas.

landing-page-gratis

O que é uma Landing Page?

Embora a tradução literal seja página de aterrissagem, o verdadeiro significado de landing pages é página de vendas.

Por mais que você possa argumentar que depois de uma landing page possa vir uma página de pagamento, onde de fato a venda vai ocorrer, todo o convencimento e explicação do produto ou serviço é feito nela, o que a torna muito especial.

Ao dizer que landing page funciona para impulsionar vendas, aqui está a definição mais geral que podemos dar para ela:

Em resumo, Landing Pages são páginas que têm apenas uma finalidade: converter um visitante a lead ou cliente.

Vamos abordar agora alguns tipos gerais e exemplos de uso para as páginas de vendas.

Sinônimos para Landing Page

Elas são usadas para milhares de necessidades e, ao longo do artigo, você vai se deparar com várias maneiras de se referir a elas.

Abaixo alguns exemplos de sinônimos ou referências:

Sinônimo de Landing PageTradução para o Inglês
Página de vendasSales page
Página de captura de leadsLead capture page
Página de conversãoConversion page
Página de produto/serviçoproduct or service page
Página portfólioShowcase page

Páginas para campanha de marketing

Vendas é parte do marketing. Mas vamos olhar o marketing em si, ou seja, você precisa gerar interesse, divulgar novidades e se diferenciar da concorrência.

Como a landing page pode ajudar o seu marketing?

Para marketing, são variações ou personalizações para que ela sirva qualquer propósito como página destino (de novo o conceito de página de aterrissagem).

Elas se encaixam como destino de anúncios e propagandas dos mais diversos tipos, online e também mídia tradicional.

Páginas para captura de leads

Quando a venda final é um resultado de várias etapas, ou seja, é um funil, a fase de captura de leads é muito essencial para você focar energia nos potenciais clientes, otimizando assim seu custo de aquisição de um novo cliente ou custo de vendas simplesmente.

Nesse sentido, uma landing page é a solução ideal para este propósito.

Teremos alguns exemplos específicos para mostrar, do design delas a captura e uso dos leads.

site-com-landing-page
Landing Page do Site de Rubens Vieira

Página para divulgação

Às vezes, você não quer uma lead ou fazer a venda diretamente na página, você quer somente divulgar algo de maneira incrivelmente personalizada.

Pode ser uma ideia, um projeto, um portfólio, ou até um One-site-page, que é um conceito de um site de uma só página, com tudo que é necessário para divulgar.

Para uma página de divulgação ou showcase, as landing pages são também excelentes e servem para funcionar como páginas separadas, ou até mesmo integradas ao site.

Há quem considere que as landing pages estão sempre separadas dos sites, e outros que isso é um detalhe. Portanto, elas ser uma página dentro site e o que importa é seu propósito e a maneira como ela foi construída para servir este propósito.

Afinal, qual a melhor definição de Landing Pages?

Nós perguntamos a um designer, acostumado a desenvolver landing page, qual seria sua definição:

Landing Pages para mim são páginas desenvolvidas com objetivo claro.

Diego Durante

Enfim, com tudo que vimos até aqui, a definição de landing page mais simples e direta que você pode receber é que elas são páginas especiais e feitas com design e conteúdo pensados para cumprir um propósito específico.

o-que-e-landing-page

Qual a diferença entre um site e uma landing page?

Para quem vai montar um site e também landing page, aqui há um ponto importante para diversificar o conteúdo que será mostrado.

Para criar um site, você pensa primeiro no todo, e usar um template pronto para personalizar é excelente pois você cria a estrutura geral. 

O objetivo e benefícios do site também serão gerais, como ganho de reputação, profissionalismo, divulgação de portfólio, blog, apresentação dos serviços, divulgação de depoimentos, como entrar em contato entre outros aspectos..

Portanto, de uma maneira geral, o site servirá para atrair clientes certos para seu negócio, dando reputação, segurança e até encurtando o ciclo de vendas.

Para criar uma landing page, ao contrário da criação de site, você parte do objetivo.

O objetivo da Landing Page

Você pensa primeiro no objetivo principal da landing page e vai tentar cumprir o objetivo usando técnicas de design, criação de conteúdo visual e texto e incluindo elementos de convencimento e ação.

Enfim, landing page é uma página em branco que você criará para atingir um objetivo. Nesse sentido, ao alcançar esse objetivo, ela se transforma em conversão, termo usado no marketing digital.

Para concluir a comparação do site com landing page, muitos pensam que as páginas de vendas precisam de um design visual especial ou sofisticado.

Pensar assim é totalmente errado. É importante não confundir liberdade de criação em uma landing page com a criação de verdadeiras obras visuais, que podem inclusive deixar ela lenta e não efetiva.

Dessa maneira,o visual de uma landing page nem sempre está em primeiro lugar, e talvez nem em segundo lugar na lista de preocupações ao projetar uma. 

O principal mesmo, para uma landing page, é o que vamos ver mais a frente com o conceito Gatilho de Ação ou Action Trigger, em se tratando claro de uma página de vendas ou captura de leads.

Se o foco é de divulgação, o principal objetivo pode ser assistir um vídeo ou preencher um comentário na página, enfim, a qualidade do engajamento com a marca, produto ou serviço podem ser os objetivos mais importantes ao se criar uma.

Um pouco da História de sites e landing pages

Quando surgiram as landing pages? Por que elas foram criadas?

Essas são algumas das informações, que se você é um profissional de marketing digital, designers ou interessado no assunto, vai gostar de saber.

Afinal, alguns fatos marcantes sobre o começo das landing pages e sua evolução, podem te inspirar e servir para que você tenha ideias para alavancar seu negócio.

Quando surgiram as primeiras landing pages?

Por volta dos anos 1990, alguns sites já atraiam um tráfego bem alto e a Internet começava a se tornar um canal importante para fazer propaganda.

É importante lembrar que mais ou menos 30 anos atrás, a TV aberta e os meios físicos eram os locais preferidos para anunciar.

Pois bem, com a internet começando a decolar, surgiu a publicidade online, em sites e páginas.

E alguém na MTV teve a ideia de criar páginas web para anunciar quando um programa especial de TV ia ao ar. 

Ou seja, o que a MTV fez foi criar uma página web de divulgação.

landing-page

O surgimento do Web 2.0 foi um grande salto na evolução das páginas web

O grande salto na evolução das landing pages ocorreu mesmo quando as páginas deixaram de ser estáticas para serem dinâmicas.

O que significa dinâmicas nesse contexto de página web?

Em resumo, é a possibilidade de capturar dados. Um exemplo de página dinâmica é o login e senha. Para divulgar conteúdos especiais, como por exemplo um curso ou workshop, é também outro exemplo de páginas dinamicamente mostradas.

Mas no contexto de landing page, com o surgimento de formulários web para receber dados do visitante, foi uma grande revolução.

E daí certamente surgiu a página de captura de leads.

Portanto, o surgimento do Web 2.0 foi a grande inspiração para evolução das landing pages e também dos sites em geral.

A contínua evolução das Landing Pages

Hoje podemos dizer que estamos na Web 4.0 ou Web 5.0, dependendo do autor.

Mas onde estamos de fato em se tratando de landing page?

Hoje elas são consideradas o corpo e alma do marketing digital.

O marketing digital se disseminou de tal maneira que o marketing tradicional ficou mesmo para trás, comendo poeira como dizemos.

Os criadores, ou editores, de landing page são uma das ferramentas mais usadas por agências de publicidade. 

E para profissionais autônomos, os criadores de site começam a ter o recurso de criar landing page também, permitindo, dessa forma, que qualquer pessoa mesmo possa criar uma, seja ela do tipo que for.

Veja alguns exemplos a seguir de landing pages em campanhas de marketing digital.

call-to-action

O que é o conceito Call to Action

Como já dissemos, o que torna a landing page verdadeiramente especial não é sua capacidade de destacar imagens, textos e elementos web para que a página fique linda e impressionante.

A landing page representa o coração do marketing digital por permitir, como nenhuma outra maneira, o conceito de Call to Action.

O call to action é na prática o botão ou link que você espera que o cliente clique, indo assim para a próxima página ou destino.

Parece simples, mas há todo um racional lógico e também visual para que a taxa de clique ou conversão seja muito boa.

Uma página com alta taxa de clique ou ação é chamada de alta conversão.

E para você ter uma ideia geral, uma taxa de conversão de 2% ou 3% pode ser uma boa taxa dependendo do setor.

Se o produto ou serviço relacionado for de alto interesse, qualidade e benefício, a taxa pode ser 10, 20 ou até maior que isso.

Recentemente, a Alboom lançou a segunda edição do Anuário da Fotografia, chamando os fotógrafos a preencherem uma pesquisa sobre o mercado fotográfico.

A taxa de conversão nos últimos 2 meses foi de aproximadamente 55%. Essa alta taxa se deve a qualidade das leads, interesse pelo assunto e pelo próprio conteúdo/visual da landing page, o que teve melhorias importantes se considerado ao ano anterior, onde a taxa foi de apenas 32%.

Funil de Vendas

Outro importante parceiro da landing page, além do marketing digital, é o conceito de funil de vendas.

O funil de vendas nada mais é do que fazer o cliente interessado interagir, demonstrando assim um maior interesse em conhecer o produto ou serviço.

O maior call to action de todos é o botão “comprar agora”, e portanto, uma landing page com o botão de comprar recebe também o nome de página de vendas.

O marketing digital sem as landing pages praticamente não existiria.

funil-de-vendas

O conceito Tráfego Online

O sucesso de uma landing page basicamente se mede pelo número de cliques no call to action, mas o tráfego que ela recebe é uma variável de suma importante e que vai influenciar diretamente o resultado de cliques.

Há dois aspectos muito importantes sobre o tráfego online. O tráfego orgânico e pago.

Em resumo, o tráfego orgânico vem decorrente de buscas no Google e outros buscadores e geralmente são visitantes mais qualificados, porque já estão buscando por conteúdos e soluções que estão presentes na landing page devido ao SEO.

Já o tráfego pago se difere, pois vem de anúncios pagos e nem sempre o volume desse tráfego está muito qualificado assim.

Portanto, o tráfego online, se bem trabalhado, vai ser um importante fator que vai influenciar o desempenho da landing page.

Como as landing pages podem desempenhar bem?

Considerando que o tráfego online direcionado a landing page seja bom, e nesse sentido representado por pessoas que correspondam ao público alvo pretendido pela página.

Vamos analisar agora alguns aspectos intrinsecamente ligados às landing pages.

Tempo de permanência

O tempo de permanência pode ser um dos principais fatores para analisar o desempenho dela.

Agora, imagine um visitante que ao abrir a página, já clica no X para fechar o navegador

Isso pode significar que a landing page está feia ou com uma mensagem ruim, sem gerar interesse.

Sendo assim, estamos considerando que o cliente que aterrissou na landing page seja o perfil ideal.

criar-landing-page

Taxa de conversão

A taxa de conversão representa o número de cliques ou ações dividido pelo número de visualizações.

Caso a landing page sirva a outro propósito, a taxa de conversão pode significar o número de leads pelas visualizações ou ainda outro resultado dividido sempre pelo tráfego recebido nela.

Como resultado, após criar ou montar uma landing page, espera-se que ela receba tráfego vindo de pessoas interessadas.

Quanto mais qualificado o perfil dos visitantes, maior será a sua taxa de conversão, que será medido normalmente pelo número de cliques nos botões ou links de ação.

A mecânica é simples mas na prática fazer uma landing page desempenhar bem dependerá de um conjunto de coisas bem específicas, destacando aqui o visual que deve ser o mais agradável possível, e a mensagem ou conteúdo, que deve empregar técnicas de persuasão para aumentar o desejo da compra.

Como aumentar o tráfego de uma Landing Page?

Uma vez criada, para aumentar o tráfego você precisa anunciar em redes sociais, em grupos de whatsapp e e-mail. 

Existem técnicas para chamar a atenção. Para isso, você deve testar diversas maneiras para que em apenas uma frase ou imagem, os interessados cliquem no link e vão para a landing page, gerando assim tráfego.

Além da divulgação orgânica, com postagens manuais e e-mails, você pode optar por divulgações pagas, e aí entramos em mais um pilar do marketing digital moderno, os anúncios pagos em rede social como facebook, instagram e anúncios pagos também no Google.

O que esses anúncios pagos fazem? Eles mapeiam o público e, quando corresponder ao seu perfil de cliente, eles exibem os anúncios, conseguindo assim o CTR (click through rate, ou taxa de click). O melhor destino do CTR é a landing page, porque você consegue alinhar facilmente a mensagem do anúncio com o conteúdo dela para gerar mais efetividade e retorno.

O investimento para se fazer anúncios pagos pode variar muito, e é muito importante você medir resultados e também tentar melhorias e testes para otimizar e reduzir os custos.

Trabalhar o tráfego e a conversão da página de maneira alinhada é a grande dica e vantagem de usar landing pages.

Você vai fazendo ajustes e, com o tempo, encontra a melhor performance, aumentando vendas e crescendo sua base de clientes.

Landing Pages ou Hotsites

Às vezes, uma landing page também pode ser referenciada como um hotsite ou hot pages.

Isso se deve ao fato de que, para divulgar um projeto ou produto, você pode optar por criar sites temporários ou feitos para atender uma demanda especial de uma campanha.

Por exemplo, durante o lançamento de um produto novo, você pode criar um site dedicado a explicar o conceito do produto e seus diferenciais

Depois que passar o período do lançamento, você pode redirecionar o site para uma página do site.

Os hotsites podem ser vistos como um conjunto de landing pages, e cada página pode ser adaptada para um propósito diferente também.

Já uma landing page, ela geralmente cumpre um papel mais simples porém dela é esperado resultados mais concretos que um hotsite, o que como já falamos, podem ser vendas ou coleta de leads.

Afinal, existem alternativas para as Landing Pages?

Os funis de vendas usam muito as landing pages, porque uma página web permite destacar imagens, vídeos e  textos de maneira incrivelmente personalizada, criando assim conteúdos incríveis e ajustados para a identidade visual pretendida, desde o tipo da fonte ao layout dos elementos visuais. 

Apesar de tanto poder, existem alternativas para as landing pages?

Talvez a palavra alternativa não seja tão boa, porque o marketing digital usa também vários canais ou caminhos para o cliente progredir na intenção de compra.

Um canal alternativo de compra, que poderia substituir uma poderia ser o e-mail, por exemplo.

O e-mail também pode divulgar e apresentar o call to action, sendo esse o número de telefone ou o endereço do site, redirecionando para o cliente comprar.

Além do e-mail, anúncios em pontos físicos podem também ter todos os elementos vistos em uma landing page, o que cumpre a mesma função.

Pensando em melhor descrever os elementos que podem fazer parte de uma landing page, vamos na sequência fazer um raio x em páginas de sucesso para mostrar tudo que você pode incluir em uma.

pagina-captura-lead
Landing Page do Anuário da Fotografia 2021

Aprenda a criar Landing Page de maneira simples e rápida

O maior objetivo de uma página bem sucedida é converter e para isso o usuário deve clicar no Botão Mágico: o CTA (Call to Action)

Quando feito da maneira correta, o CTA será o responsável para levar os visitantes ao destino que desejamos. Mas para isso devemos criar a Landing Page ideal. Veja algumas dicas essenciais:

1-) Usar um texto para orientar e chegar a essa conversão

O objetivo principal é transformar um visitante do site em um Lead, ou ainda, em um cliente, que irá gerar receita para seu negócio. Para que isso ocorra com sucesso, é necessário que seja feito de forma eficaz.

Portanto, use a Landing Page para mostrar ao seu cliente qual o seu diferencial.

O grande desafio será entender exatamente o que seu cliente está procurando, e assim encontrar a melhor maneira de mostrar seu produto ou serviço a ele.

Seja objetivo e inteligente nas descrições.

2-) Como chegar ao ponto

Sua landing page deve ter um CTA claro, sempre que possível.

Existem várias maneiras de se comunicar com seus clientes como: “LEIA EM NOSSO BLOG” “COMPRE AGORA” ou ainda “ENTRE EM CONTATO PARA MAIS INFORMAÇÕES”

Na landing page, pode ser mais eficaz usar apenas um “Chamado a Ação”.

Definir esse objetivo será o mais importante para a conversão e avançar.

Faça isso usando cores, tamanhos e formatos que chamem a atenção do usuário.

3-) Direcionar o Olhar do usuário para o CTA da Landing Page

É muito importante descrever seu texto, de forma que ele direcione o usuário a clicar no botão CTA.

Pode ser interessante incluir uma imagem discreta para direcionar o usuário para o botão de CTA.

Não será só porque você está tentando focar toda a energia do usuário no botão CTA, isso não significa que esse botão irá funcionar por conta própria.

Ter uma página em branco com um CTA não significa nada.

Uma imagem incrível, uma ilustração ou mesmo um vídeo ajuda a atrair a atenção e mostra seu produto/ serviço ao usuário. 

Porém, o usuário precisa de uma frase e mensagem com contexto para tomar a ação que queremos: O clique e a conversão.

4-) Procure utilizar todo espaço da Landing Page

Tente utilizar toda a página, da forma mais completa possível, e através de seu texto, procure envolver e interagir ao máximo com o usuário, antes de apresentar um CTA.

Na landing page, o ponto que você precisa se deslocar abaixo, para ver o restante dessa página, é chamado de “DOBRA”.

O que está acima da dobra, você pode ver imediatamente assim que você acessar a página, e o que está abaixo da dobra, seu CTA pode estar estrategicamente escondido logo após a dobra,ou não.

Para ajudá-lo a decidir se deve manter o CTA acima ou abaixo da dobra, veja quanta informação sobre seu produto ou serviço você precisa para então incluir o CTA.

Na maioria dos casos, o ideal está em incluí-lo na primeira parte visível da página,

porém não existe uma regra 100% certa.

5-) Alguns elementos básicos ao criar uma Landing Page

Existem vários elementos básicos de design que podem ser utilizados na criação de uma landing page com foco na conversão final.

Cores:

As cores e o contraste são uma ajuda adicional para destacar os pontos principais, como o botão CTA. Certifique-se que o Design combina com as cores da marca.

Formato botão CTA

Considere nos elementos da página o tamanho que deve ter o botão CTA. Dessa forma, você atrai a atenção do usuário, sem exageros, e mantém um equilíbrio agradável na página.

Símbolos: 

Podem ser grandes aliados em sua landing page. 

Usar uma SETA, por exemplo, pode direcionar o usuário a tomar uma ação desejada, porém use com muita moderação. O excesso pode comprometer os resultados.

Espaço vazio ou em Branco:

Como em qualquer projeto, o espaço vazio ou em branco é um fator importante para a direção da visão. Por isso, inclua esse ponto em sua Landing Pages, sem exageros também.

Conclusão

Neste artigo Landing Pages: O que são, como funcionam, dicas e como criar uma | Guia definitivo – buscamos mostrar o que é, porque utilizar e a fundamental importância de uma para seu negócio.

Pudemos mostrar em detalhes o objetivo e várias ideias para se criar uma Landing Pages que convertem, mas cada negócio tem suas particularidades.

Portanto, está aí a magia e a arte de se construir uma Landing Page de sucesso e que tenha um alto percentual de conversão.

Espero que tenha gostado deste artigo. Se sim, compartilhe com seus amigos e nas redes sociais.

O Blog da Alboom publica semanalmente novos artigos que ajudam seu negócio evoluir e chegar ao próximo nível. Fique atento às próximas publicações.

A Equipe de Conteúdo da Alboom Recomenda a leitura:

O Editor Landing Pages da Alboom é eleito um dos melhores do mundo

O que é um Site Responsivo

10 qualidades de uma pessoa empreendedora